19/03/10

Projeto água Natural Resp. da humanidade

PREFEITURA MUNICIPAL DE FORQUILHINHA

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO

ESCOLA DE EDUCAÇÃO BÁSICA “WALDEMAR CASAGRANDE”

OURO NEGRO – FORQUILHINHA – SANTA CATARINA

 

 

 

 

 

 

ÁGUA RIQUEZA NATURAL RESPONSABILIDADE DA HUMANIDADE

 

 

 

 

 

 

 

 

 

FORQUILHINHA (SC) 2004

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

... Estar no mundo sem fazer história, sem por ela ser feito, sem fazer cultura, ... sem sonhar, sem cantar, sem musicar, sem pintar, sem cuidar da terra, das águas, sem usar as mãos, sem esculpir, sem filosofar, sem pontos de vistas sobre o mundo, ... sem assombro em face do mistério, sem aprender, sem ensinar, sem idéias de formação, sem politizar não é possível.” (FREIRE, 1998. P.64)

 

 

 

APRESENTAÇÃO

 

O presente projeto decorre de normas estabelecidas pela Secretaria Municipal de Educação.

Tem como objetivo geral, desenvolver intervenções pedagógicas intencionais, articuladas com os conteúdos curriculares e os demais saberes desenvolvidos na escola através das práticas diárias em sala de aula.

As ações que serão propostas através de atividades e resolução de problemas visam promover aprendizagens significativas que provoquem mudanças comportamentais e atitudinais, que interfiram na realidade a fim de transformá-la.

Esta promessa de trabalho que a escola se propõe a desenvolver, tem sua aplicabilidade prevista para 90 dias, ou seja: março, abril e maio de 2004.

A operacionalização dos objetivos terão a abrangência necessária que permita englobar todas as turmas de Educação Infantil e do Ensino Fundamental de 1ª a 4ª séries, através de ações que serão encaminhadas gradativamente até atingirmos os objetivos e as metas previstas no projeto.

Na medida em que as atividades serão desenvolvidas, os professores farão registros que têm por finalidade promover a reflexão sobre o nosso fazer pedagógico, (ação, reflexão, ação). Estes registros deverão ser encaminhados posteriormente à Secretaria Municipal de Educação.

 

 

1. 
IDENTIFICAÇÃO

 

Escola de Educação Básica “Waldemar Casagrande”

Projeto de Trabalho

Abrangência: Educação Infantil e Ensino Fundamental de 1ª a 4ª Séries.

Nº de alunos: 335

Cronologia: 3 meses (março, abril e maio) de 2004.

 

2.  TEMA

 

ÁGUA RIQUEZA NATURAL RESPONSABILIDADE DA HUMANIDADE”

 

3.  Subtemas

 

A criança e o meio ambiente

·       Água e energia

·       Água e saúde

·       Água maior riqueza

·       Auto estima

·       Direitos e deveres

·       Meio ambiente x dia – a – dia

·       Pluralidade Cultural

·       Respeito ao meio ambiente

·       Valores éticos morais e cívicos

4.  Conteúdos

·       Matemática:

·       Ciências:

·       Língua Portuguesa:

·       História:

·       Geografia:

·       Artes:

·       Educação Física:

·       Ensino Religioso:

 

5.  Justificativa

 

Nos primórdios, os seres humanos mantinham com a natureza, uma relação harmônica de observação e contemplação. Para eles, a natureza guardava mistérios e desafios intransponíveis. Atribuíam aos seres superiores a ocorrência de fenômenos da natureza para os quais não encontravam explicação. No entanto, durante o seu desenvolvimento cultural, o homem percebeu que ele transformava a natureza e era transformado por ela. Percebeu, também, que era necessário abandonar os mitos e os medos para dar conta de explicar as coisas do seu cotidiano por si mesmo. O homem então se reconhece como um “ser” com poderes, dotado de racionalidade e passou a comandar a sua relação com a natureza e com os outros homens, produzindo a sua subsistência através do seu trabalho, transformando a paisagem natural em paisagem cultural.

A conduta humana com relação aos aspectos da natureza está ligada a movimentos sociais importantes que contribuíram decisivamente para a modificação do comportamento do homem. Dentre os quais é possível perceber que o humanismo tem levado o homem a construir uma visão antropocêntrica e nesta visão, predomina a idéia de que a natureza é uma fonte inesgotável de recursos disponíveis ao homem. Esta visão fez o homem pensar também, que ele é um ser superior às demais formas de vida e por esta razão, lhe é permitido explorar, destruir, poluir, extrair da natureza tudo o que lhe for útil, sem a preocupação com os resultados que essas ações poderão apresentar ou causar.

Entre os movimentos históricos importantes ocorridos no século XX que estão diretamente ligados ao processo de construção de valores, de ética em relação a natureza estão: a Revolução Industrial e o Advento do Capitalismo. Estes movimentos contribuíram para a evolução da sociedade humana de modo geral, mas instituíram valores centrados no capital, no “ter”, valores como, o individualismo, o utilitarismo e neste contexto foram se perdendo alguns valores humanos por excelência, tais como: o respeito a todas as formas de vida, aos recursos naturais, respeito ao outro, respeito à família, a ética entre outros.

Historicamente, o homem desenvolveu uma cultura extrativista e de desrespeito com as questões ambientais porque durante muito tempo alimentou o sentimento de que a natureza era capaz de se auto-regenerar das agressões sofridas, pelo comportamento predatório do homem.

Somente a partir das décadas de 60/70, as questões ambientais e de sobrevivência da vida na terra, passaram a ocupar as pautas das discussões nacionais e internacionais.

A partir da “Eco 92”, ocorrida no Rio de Janeiro, muitas outras conferências mundiais aconteceram cujo objetivo é delinear compromissos e desenvolver ações concretas com vistas a superação de problemas que ameaçam todas as formas de vida e a sobrevida do próprio planeta. Entre as questões que merecem maior destaque e polemizam as discussões a nível de planeta estão: analfabetismo, fome, miséria, superaquecimento, camada de ozônio, doenças, poluição, lixo, energia, descongelamento dos pólos e outros tantos.

Atualmente, uma questão que tem ocupado lugar de destaque na mídia, na imprensa falada e escrita e tem servido como tema da Campanha da Fraternidade de 2004, é a “Água” por ser considerada um recurso natural imprescindível para a vida humana e se encontra em estado de escassez no que se refere a água potável, própria para o consumo humano.

Gostaríamos de pontuar aqui alguns dados sobre água, levantados durante a palestra ministrada pelo Engenheiro Ambiental Geovano Izzidoro, realizada em Forquilhinha em junho de 2002. Os dados, segundo ele, foram fornecidos pela Organização Mundial de saúde (OMS) e revelam algumas características relevantes quais sejam:

a)   No Brasil, cerca de 70% dos leitos do Sistema Único de Saúde (SUS), são ocupados por pessoas com doenças causadas pelo uso de água contaminada;

b)   No Brasil, em torno de 58% dos municípios não possuem saneamento básico;

c)    No Brasil, aproximadamente 30 milhões de pessoas não têm acesso a água tratada e a rede de esgoto;

d)   Segundo a OMS 80% das doenças no mundo são causadas pela água contaminada fator que é responsável por 30% das mortes;

e)   Cerca de 10 milhões de pessoas que morrem por ano de doenças causadas pela água, são menores de 18 anos;

f)      Em Santa Catarina, 85% das contaminações da água, ocorrem através de agrotóxicos, fertilizantes e cloriformes fecais;

g)   Mais de 90% dos pesticidas utilizados no Brasil, já foram banidos de seus países de origem a muito tempo e nós os compramos e utilizamos;

h)   Os dados apontam que aproximadamente 1,3 bilhões de pessoas no mundo não têm acesso a água tratada;

i)      Estima-se que 1/3 da população mundial sofrerá escassez de água nos próximos 25 anos.

Como é possível perceber é visível a situação caótica em que nos encontramos, atualmente, considerando que nossa constituição física é composta de 70% de água / ou líquidos e somos consumidores de água em potencial. Por essa razão, consideramos oportuno desenvolvermos um projeto na escola para o trimestre, março, abril e maio, focalizando o tema “água”, em suas mais variadas óticas. Entendemos que a escola é um lugar privilegiado que tem como função fomentar vivências significativas. Entendemos, também, que a escola, em seu sentido mais amplo, tem como função desenvolver políticas educativas, condizentes com as necessidades da comunidade para que ela enquanto Instituição Educativa possa contribuir decisivamente para a formação do cidadão, crítico, consciente de seus direitos e deveres para com a sociedade e que saiba tomar decisões para si e para o bem da coletividade.

 

6. 
Objetivos Gerais

 

Desenvolver habilidades de observação, percepção e de análise crítico - reflexiva, frente as questões ambientais e mais especificamente àquelas relacionadas com a água, quanto a sua disponibilidade, utilização, manejo e o correto destino das águas, resultantes de práticas humanas.

·       Conhecer os leitos dos rios ou córregos.

·       Perceber e refletir sobre as ações humanas que revelam práticas predatórias e poluidoras.

·       Desenvolver habilidades de leitura, interpretação e cálculos.

·       Conhecer as principais doenças causadas pelo uso de água contaminada.

·       Compreender que preservar o meio ambiente e proteger os mananciais de água é tarefa de todos.

·       Desenvolver comportamento e atitudes de respeito consigo, com os outros e com o meio em que vive.

 

7.  Objetivos Específicos

 

·       Visita aos leitos dos rios e córregos da comunidade;

·       Apontar as características físicas que revelam a ação inadequada do homem sobre o meio;

·       Listar os agentes poluidores perceptíveis;

·       Indicar possíveis soluções para os problemas identificados;

·       Ler e interpretar as informações contidas na fatura do consumo de água;

·       Medir e calcular volumes de água, decorrentes de torneiras mal fechadas;

·       Montar gráficos e tabelas;

·       Pesquisar na comunidade, quantas família têm acesso a água tratada;

·       Pesquisar quantas famílias utilizam água do poço;

·       Identificar e mapear em sua casa para onde é conduzida a água do chuveiro, sanitários e cozinha;

·       Levantar junto a Unidade de Saúde do bairro o número de pessoas que procuram o serviços de saúde para resolver problemas relacionados com a água contaminada;

·       Refletir sobre suas atitudes com relação ao meio;

·       Reconhecer-se como um sujeito ativo e responsável pela proteção do ambiente e preservação da água;

 

8.  Desenvolvimento

 

A Escola de Educação Básica “Waldemar Casagrande”, tem como meta para o primeiro trimestre de 2004, a execução de um projeto de trabalho que tem como objeto central de estudos. O Tema “Água”.

Temos como meta também, alcançar 100% os objetivos propostos, envolvendo para tanto, toda comunidade escolar e comunidade em geral.

Pretendemos viabilizar o desenvolvimento, através de pesquisas, viagens de estudos, leituras, músicas, teatros de fantoches, poemas, filmes, criação de folders, literatura, observação e registros inloco, cartazes, atividades concretas de observação e controle do desperdício de água, análise e interpretação da fatura de água, construção de gráficos e tabelas e entrevistas, produção de texto, palestras, acrósticos.

 

9.  RECURSOS MATERIAIS

Questionários, cartolinas, pincéis, folhas sulfite, xerox, palestrante, jornais, revistas e textos com linguagem da mídia, papel pardo, CD com letra da música Planeta Água, fita de vídeo, fantoches, máquina fotográfica, balde, fatura de água, giz , lápis, borracha, régua, filme para a máquina fotográfica, entre outros.

·       Filmes já selecionados e listados:

Ø       Procurando Nemo.

Ø       Ilha das flores

Ø       Gota d água

Ø       Aquária

·       Músicas

Ø       Planeta Água

Ø       Outras que ainda serão selecionadas.

 

10.    RECURSOS HUMANOS

 

·       Comunidade escolar e comunidade em geral.

·       Profissionais da Saúde.

 

 

11.    AVALIAÇÃO

 

A avaliação da aprendizagem escolar é um tema polêmico que preocupa educadores de todos os níveis de ensino. Freqüentemente, ela é o centro das discussões relacionadas à educação. Entendemos que é preciso mudar. Alguns caminhos já estão se delineando e algumas mudanças neste sentido já são visíveis no cotidiano escolar. Na prática, ela é uma ação muito delicada na relação professor x alunos. Vasconcelos (2000, p. 56) acredita que: “enquanto o professor não mudar a forma de trabalhar em sala de aula, dificilmente conseguirá mudar a prática de avaliação formal, decorativa, autoritária, repetitiva e sem sentido”.

Atualmente muitos autores teorizam sobre a avaliação da aprendizagem, apontando para uma avaliação numa perspectiva inovadora, mediadora, processual e diagnóstica, que visa a promoção, e a inclusão. No entanto, Vasconcelos (2000, p.56) afirma que “não se pode conceber uma avaliação reflexiva, crítica, emancipatória, num processo de ensino passivo, repetitivo e alienante”.

 

A avaliação da aprendizagem é compreendida por Luckesi (l998, p. l72):

Como um ato amoroso, no sentido de que a avaliação, por si, é um ato acolhedor, integrativo, inclusivo. Para compreender isso, importa distinguir avaliação de julgamento. O julgamento é um ato que destingue o certo do errado, incluindo o primeiro e excluindo o segundo. A avaliação tem por base acolher uma situação, para, então (e só então), ajuizar a sua qualidade, tendo em vista dar-lhe suporte de mudança, se necessário. A avaliação, como ato diagnóstico, tem por objetivo a inclusão e não a exclusão; a inclusão e não a seleção (...).

 

 

Acreditamos que nada temos a acrescentar levando se em consideração as contribuições de Luckesi no que se refere a avaliação.

Entendemos que a avaliação deve servir para o professor refletir sobre a sua prática e sobre o desempenho do aluno. Deve ser compreendida como processo, como uma atividade indissociável de qualquer tipo de ação que vise provocar mudanças. Seguindo os indicadores que deverão nortear a prática avaliativa, vamos procurar avaliar os aspectos relevantes do processo, levando em consideração os aspectos sociais, afetivos e comportamentais, quais sejam: atitudes, valores, esforço, interesse, participação, comportamento, criatividade, cooperação etc.

Acreditamos que agindo assim, estamos nos aproximando do caminho com indicativos fortes que apontam para realização de uma avaliação processual, inclusiva, reflexiva, acolhedora, compreensiva e menos classificatória.

Por essa razão, entendemos que  no final de sua aplicação é necessário que façamos uma avaliação para verificar se os objetivos foram alcançados parcialmente ou totalmente.

 
12.    Cronologia
 
O presente projeto será aplicado no 1º trimestre de 2004 (março, abril e maio).
Para Refletir

 

Romão disse a um ratinho que ia passando perto dele: “Pare ai. Temos já de ir ao juiz. Quero te acusar”. “Vamos”, respondeu o ratinho. ”A consciência de nada, me acusa e saberei defender-me”. “Muito bem”, disse o gato. “Aqui estamos diante do senhor juiz”. “Não o vejo”, disse o ratinho. “O juiz sou eu”, disse o gato. “E o júri?”, Perguntou o ratinho. “O juri também sou eu”, disse o gato. “E o promotor?” Perguntou o ratinho. “O promotor também sou eu“. “Então você é tudo?”, disse o ratinho. “Sim, porque sou o gato. Vou acusar você, julgar você, e comer você.”

Lewis Carroll

 

 

13.      
Referências Bibliográficas

 

FREIRE, Paulo. 1998. p.64. (Livro não localizado).

LUCKESI, Cipriano C. Avaliação e Aprendizagem Escolar. 7ª Ed. São Paulo: Cortz, l998.

VASCONCELOS, Celso dos Santos. Avaliação - Concepção Dialética Libertadora do Processo de Avaliação Escolar. 11ª ed. São Paulo: Liberal, 2000.

 

14.    Bibliografia

 

CUNHA, Isabel Cristina da. et. al. Conteúdos e metodologias do Ensino de Ciências I. UDESC/CEAD. Florianópolis: 2003.

MARTINS, Leila Andresia Severo. Educação e Meio Ambiente. UDESC/CEAD. Florianópolis: 2002.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PROJETO: Água, Riqueza Natural, Responsabilidade da Humanidade.

Jardim e Pré.

1º Trimestre de 2004

Professoras: Cristina Maria, Maria Inês, Thisciana

Conteúdos:

·       Lógico Matemático:

·       Números;

·       Classificação;

·       Cores;

·       Formas Geométricas;

·       Jogos Simbólicos;

·       Gráficos;

·       Múltiplos Linguagem:

·       Texto Coletivo;

·       Histórias;

·       Musicalização;

·       Dramatizações;

·       Alfabeto;

·       Expressão Visual;

·       Conhecimento Cientifico:

·       Água;

·       Reciclagem;

·       Meio - ambiente;

·       Corpo humano;

·       Sócio – Afetivo:

·       Brincadeiras de roda;

·       Rodinha da novidade;

·       Brincadeiras populares;

·       Interações e passeios;

·       Construção de Brinquedos;

·       Brinquedos contados;

·       Jogos motores;

·       PSICOMOTRICIDADE Profª. Jaqueline

Atividades

Ø       Observação do espaço em que convivemos como torneiras, banheiros, chuveiros... Analisando suas condições, fornecimento, vazamentos e etc...

Ø       Texto coletivo sobre o tema água

Ø       Trabalhar a música: Planeta água, Escutando, conversando sobre a letra, dramatizando.

Ø       Montar mural sobre a água

Ø       Com jornal e revista montar a palavra ÄGUA=4

Ø       Montar cartazes com figuras sobre água e natureza

Ø       Construção do corpo humano, trabalhando e enfatizando a importância da água para o mesmo.

Ø       Caixa surpresa com produtos de higiene.

Ø       Jogos de montar, memória.

Ø       Recorte e colagem

Ø       Modelagem de letras e números com massinha;

Ø       Construção de livrinhos;

Ø       Dobraduras Simples;

Ø       Utilização de fantoches para produção e reprodução de histórias;

Ø       Conversação sobre a diferença de ambiente limpo e sujo;

Ø       Conversação sobre a economia da água, ao escovar os dentes ou lavar as mãos;

Ø       Técnica de desenho com água e tinta;

Ø       Conversação sobre a importância da água para a sobrevivência humana e todo ser vivo

Ø       Passeio pela comunidade para observar os tipos de água explorar:

Ø       Onde vimos água?

Ø       Como é o tipo da água?

Ø       Serve para tomar?

Ø       Construir um texto coletivo sobre o passeio;

Ø       Pesquisar em casa: De onde vem a água que usamos para beber, tomar banhar...

Ø       Após a pesquisa, construir um gráfico;

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PROJETO Água: Riqueza Natural, Responsabilidade de todos.

3ª Série

1º Trimestre de 2004

Professoras: Rosalina – Maria Salete

Conteúdos:

* Língua Portuguesa

·       Leitura

·       Textos literários, informativos, científicos e outros;

·       Interpretação oral e escrita;

·       Produção de textos (individual e coletivo)

Ortografia

·       Emprego do m antes de p e b;

·       Acentuação e pontuação;

Fonologia

·       Tonicidade da sílaba;

·       Encontros vocálicos;

·       Encontros consonatais

Matemática

·       Conjunto

·       Representação;

·       Relação de pertinência;

·       Operacionais fundamentais;

·       Adição com prova real;

·       Subtração com prova real

·       Multiplicação;

·       Situações problemas;

·       Números pares e ímpares;

·       Antecessor e sucessor;

·       Leitura e escrita dos numerais;

·       Numerais romanos;

Ciências

·       Água e solo, agentes poluidores;

·       Água como elemento essencial  à todas formas de vida;

·       Estados físicos e o ciclo da água;

·       Propriedades da água;

Geografia

·       Localização de Forquilhinha em relação ao Estado, País e Mundo;

·       Limites do município;

·       Hidrografia do município de Forquilhinha;

História

·       Nosso município;

·       Chegada dos imigrantes;

·       Colonização alemã e italianos;

·       Origens do nome de Forquilhinha

·       Emancipação do município.

ATIVIDADES

Ø       Filme – A gota da água ;

Ø       Artigo jornal da manha;

Ø       Água da chuva: Benção Desperdiçada;

Ø       Diálogo na classe

Ø       Pesquisa entre alunos, quem recebe água da CASAN e quem têm poço;

Ø       Produção de textos, coletivos e individual;

Ø       Pesquisa de onde vem  a água;

Ø       Observar a evitar o desperdício da água no momento da escovação e do banho;

Ø       Comparar o desperdício de água, colocando um balde em baixo de uma terneira pingando e calcular;

Ø       Pesquisa e informar sobre o tratamento da água de poço particular e a distância que deve Ter da fossa;

Ø       Montar painel sobre as fontes de água;

Ø       Trabalhar a importância de ingerir a água para nutrir o nosso corpo;

Ø       Construir gráficos com as contas de água, verificando m3;

Ø       Comentar sobre o artigo do jornal da manhã, que fala sobre armazenar a água da chuva, e levantar os riscos da dengue;

·       Hidrografia do nosso Município:

Ø       Passeio de estudo para conhecer os rios e as lagoas;

Ø       Pesquisar sobre os locais de água que está com grande quantidade de ferro;

Ø       Pesquisar sobre os interesses dos primeiros imigrantes em habitar as proximidades dos rios (meio ambiente);

Ø       Teatro de vara;

Ø       Fantoche;

Ø       Músicas;

 

 

PROJETO: Água : Riqueza Natural, Responsabilidade de Humanidade.

4ª Série

1º Trimestre de 2004

Professoras – Angela e Janice

Conteúdos

Língua Portuguesa – Produção de Textos

·       Leitura e Interpretação;

·       Expressão Oral;

·       Ortografia (dígrafos, acentuação, pontuação);

·       Gramática ( substantivos, adjetivos, tonicidade);

Matemática – Operações Fundamentais

·       Sistema de Numeração Decimal;

·       Gráficos e Tabelas;

·       Estimativas;

·       Sistema Monetário;

Ciências – Higiene

·       Alimentação;

·       Funcionamento do corpo;

·       Fatores que causam danos a saúde;

·       Doenças adquiridas pela água;

Geografia – Localização Geográfica

·       Santa Catarina ( Regiões);

·       Limites e Micro – Regiões;

·       Hidrografia de SC;

·       Litoral;

História – Formação do Povo Catarinense

·       A história das primeiras frentes de imigração relacionadas a escolha do meio ambiente.

Atividades

Ø       Filmes: A gota d’água;

Ø       Procurando Nemo;

Ø       A Ilha das Flores;

Ø       Globo Repórter: Ecovilas

Ø       Produção de textos Coletivos e individuais;

Ø       Painel sobre a importância da água;

Ø       Pesquisa sobre o consumo da água através das contas de água;

Ø       Tabelas e Gráficos comparativos do consumo de água;

Ø       Pesquisa sobre as doenças que podemos contrair através da água;

Ø       Experiência de gotejamento para comprovar desperdícios que podemos evitar;

Ø       Retornar a campanha contra a dengue;

Ø       Fazer a ligação entre água e energia elétrica;

Ø       Trabalhar contas de energia elétrica: seu consumo, seu racionamento;

Ø       Pesquisa no bairro sobre verminoses através do posto de saúde para sabermos a incidência dessas doenças em nossa comunidade;

Ø       Trabalhar a Hidrografia Catarinense;

Ø       Pesquisar os rios catarinenses mais degradados pela ação do homem: identificar a região em que eles se encontram e quais as possíveis razões para essa degradação;

Ø       Através dos documentários, leituras de texto e pesquisas, identificar e relacionar maneiras possíveis de economizar, reutilizar e proteger nossas fontes naturais de água;

Ø       Teatro de fantoches  - Produção de diálogos sobre o assunto feito pelos alunos para apresentar ao grande grupo;

Ø       Trabalhar a música “Planeta Água”;

Ø       Jogral;

Ø       Palavras Cruzadas;

Ø       Poemas;  

Ø       Teatro de vara;

Ø       Paródias;

Ø       Saída de campo para verificação de ambientes com água degradada e não degradada;

Ø       Debates envolvendo o progresso X degradação;

Ø       História em quadrinho em cartaz para apresentar ao grande grupo; 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Projeto: Água: Riqueza Natural, Responsabilidade da Humanidade.

Educação Física

1º Trimestre de 2004

Professoras: Marta e Nerlise

Conteúdo

·       Elementos Fundamentais da Ginástica: andar, saltar, lançar, pegar, chutar, correr;

·       Jogos de imitação;

·       Jogos de faz - de – conta;

·       Jogos rítmicos;

·       Jogos de construção/memória;

·       Jogos tradicionais;

·       Dança de livre expressão;

·       Dança de improvisação;

·       Dança Popular;

·       Conversação da importância da água para o nosso corpo;

·       No final da aula, na hora de tomar água, falar da importância do fechamento das torneiras.

 

 

Projeto: Água: Riqueza Natural, Responsabilidade da Humanidade.

Jardim e Pré

1º Trimestre de 2004

Professoras: Cristina Maria, Maria Inês, Thisciana

Conteúdos:

Lógico Matemático:

·       Números;

·       Classificação;

·       Cores;

·       Formas Geométricas:

·       Jogos simbólicos;

·       Gráficos;

Múltiplas Linguagens:

·       Texto coletivo;

·       Histórias;

·       Musicalização;

·       Dramatizações;

·       Alfabeto;

·       Expressão visual.

Conhecimento Científico

·       Água;

·       Reciclagem;

·       Meio – Ambiente;

·       Corpo Humano.

Sócio – Afetivo

·       Brincadeiras de roda;

·       Rodinha da novidade,

·       Brincadeiras populares;

·       Interações e passeios;

·       Construção de Brinquedos;

·       Brinquedos cantados;

·       Jogos Motores;

Psicomotrocidade – Profª Jaqueline

Atividades – Desenvolvimento

 

·       Observação do espaço em que convivemos como torneiras, banheiros, chuveiros...Analisando suas condições, fornecimento, vazamentos e etc;

 

·       Texto coletivo sobre o tema água;

 

·       Trabalhar a música: Planeta Água. Escutando, conversando, sobre a letra, dramatizando;

·       Montar mural sobre a água; 

 

·       Com jornais e revistas montar a palavra ÁGUA=4;

 

·       Montar cartazes com figuras sobre água e natureza;

 

·       Construção do corpo humano, trabalhando e enfatizando a importância da água para o mesmo;

 

·       Caixa surpresa com produtos de higiene;

 

·       Jogos de montar, de memória.

 

·       Recorte e colagem;

 

·       Modelagem de letras e números com massinha;

 

·       Construção de livrinhos;

 

·       Dobraduras simples;

 

·       Utilização de fantoches para produção e reprodução de histórias;

 

·       Conversação sobre a diferença de ambiente limpo e sujo;

 

·       Conversação sobre a economia da água, ao escovar os dentes ou lavar as mãos;

 

·       Técnica  de desenhos com água e tinta;

 

·       Conversação sobre a importância da água para a sobrevivência humana e todo ser vivo;

 

·       Passeio pela comunidade para observar os tipos de água e explorar:

-         Onde vimos a água?

-         Como é o tipo da água?

-         Serve para tomar?

 

·       Construir um texto coletivo sobre o passeio;

 

·       Pesquisar em casa: De onde vem a água que usamos para beber, tomar banho  e etc...

 

·       Após a pesquisa, construir um gráfico.

 

 

 

 

 

 

Projeto: Água: Riqueza Natural, Responsabilidade da Humanidade.

2ª Série

1º Trimestre de 2004

Professoras: Elenita e Zula

Conteúdos 

Ciências – Água

·       Água Poluída, contaminada e saudável;

·       Uso adequado no cotidiano;

·       A responsabilidade do ser humano sobre o meio ambiente.

História

 

·       Utilização da água na família, escola  e comunidade.

 

 

Geografia

 

 

·       Mudanças acontecidas no passar do tempo em relação ao rio e córrego existentes na comunidade.

 

Português

 

·       Textos informativos;

 

·       Produção de textos coletivos;

 

·       Relatórios coletivos;

 

·       Expressão oral e escrita;

 

·       Pontuação;

 

·       Acentuação;

·       Ortografia – r intercalado – rr                                                                                                                                          

·       L intercalado – lh;

 

·       Fonologia – seqüência  alfabética

-         Letra Maiúscula e minúscula

-         Separação de sílabas no texto;

 

·       Reestruturação de Texto.

 

 

Matemática

 

·       Gráficos;

 

·       Problematização;

 

·       Número e Numeral;

 

·       Sistema de numeração decimal:

 

-         Idéia de número e sua representação;

-         Escrita;

-         Valor relativo e absoluto;

-         Composição e decomposição de números naturais.

 

 

Atividades

 

1-    Trazer recorte de gravura que apareça água na natureza;

 

1.1-        Conversação sobre as gravuras:

v       Existência da água na natureza;

v       Diferenças existentes da água (poluída, contaminada potável);

v       Quantidade de água existente no planeta;

v       Causas da poluição.

 

2-    Filme: referente a água no município;

 

3-    Textos coletivos sobre o filme e outros;

 

4-    Leitura coletiva e individual de textos informativos, literários, anotações, e relatório. Textos dos livros didáticos de ciências, aproveitáveis;

 

5-    Passeio pelo bairro para observação do rio e córrego;

 

6-    Entrevista ( Planejamento para perguntas para entrevista do interesse do aluno);

 

7-    Relatórios;

 

8-    Demonstrar através de desenhos, a água do rio e do córrego no passado e no presente e como ficará no futuro;

 

9-    Listagem das causas da poluição, listagem das possíveis soluções para o problema da poluição da água;

 

10-          Questionário para levantar o número de famílias que consome água de poço e da Casan;

 

11-          Representação através de gráficos do número de pessoas que utilizam a água do poço e da Casan;

 

12-          Levantamento através do talão de água o consumo mensal de cada família;

 

13-          Texto informativo sobre o desperdício de água;

 

14-          Fazer tabela e comparação dos gastos entre as famílias. Quem gasta mais ou menos. Porque?

 

15-          Fazer o desenho da casa demonstrando o percurso da água dentro de sua casa (banheiro, cozinha, tanque...)

 

16-          Listagem da utilização da água em sua casa;

 

17-          Experiência para verificação do gasto de água durante a escovação com a    torneira aberta e fechada;

Quem gastou mais? E menos? Fazer as medidas;

Problematizar o gasto da água da turma com a torneira fechada e aberta;

Representação através de gráficos.

 

18-          Ciclo da água;

 

19-          Estados Físicos da água;

 

20-          Partindo das produções de textos informativos e textos literários, práticos. Serão desenvolvidas atividades do conteúdo de Língua Portuguesa:

 

-         Reestruturação de textos;

 

-         Caça palavras;

 

-         Listagem de palavras;

 

-         Textos enigmáticos;

 

-         Cruzadinhas;

 

-         Bingo com alfabeto ( cursiva maiúscula e minúscula)

 

-         Desenvolver atividades que envolvam o sistema de numeração decimal (Valor Relativo Absoluto);

 

-         Composição e decomposição de número com material dourado;

 

-         Jogo de encaixe ( escrita por extenso e o algarismo)

 

-         Atividades no quadro de prega para identificação do numeral.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Projeto: Água: Riqueza Natural e Responsabilidade da Humanidade.

 

Ensino Religioso

 

Professora: Eliete

 

1º Trimestre de 2004

 

 

Conteúdos:

 

 

OBJETIVOS ESPECÍFICOS:

 

 

              Por vivermos num mundo em que progressivamente há a degradação dos recursos naturais essenciais para a manutenção da vida como um todo e de pertencermos a uma sociedade capitalista, somos seduzidos pela superficialidade do consumismo e educados para sermos rivais entre nós mesmos. Por isso a importância de resgatarmos a nossa própria identidade como seres humanos responsáveis pelo equilíbrio do nosso ecossistema. Não podemos mais nos pensar como humanidade se não acreditarmos numa espiritualidade única entre todos: uma espiritualidade ecológica.

Precisamos resgatar nossa dignidade valorizando o que temos de mais valioso: a nossa natureza. E a água e o nosso grande desafio inicial. E cuidar da natureza engloba minha realidade local, comunitária, familiar e escolar; a minha relação com o outro; atuação como concidadão.

Portanto o Ensino Religioso quer, juntamente com as outras disciplinas, promover a participação de todos no processo de humanização da sociedade através do resgate de valores éticos e morais, pelo conhecimento dos nossos direitos e deveres( inclusive o de cuidar água), pela valorização do que somos e não do que temos, pelo respeito ao Mistério.

 

PROCEDIMENTOS:

              aulas expositivas sobre a  realidade mundial, nacional e comunitária, utilizando gráficos, mapas, desenhos e reportagens jornalísticas;

              plenária;

              histórias que desenvolvem a nossa criticidade e questionam nossa prática;

              música, teatros e filmes;

              recortes e colagem;

              produção de texto e pesquisa;

              utilizar o texto bíblico do Gênesis1, para crescer em nós o respeito pela criação e a responsabilidade que devemos ter perante ela como criaturas  amadas pelo Criador.

 

AVALIAÇÃO:

              Participação;

              Interesse;

              Trabalhos produzidos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PROJETO ÁGUA: RIQUEZA NATURAL, RESPONSABILIDADE DA HUMANIDADE

Artes

1º trimestre de 2004

Professora Lilian

A criança ao se expressar livremente, através de técnicas de desenho, recorte manifesta suas emoções, seu intimo interior, seus interesses. Assim, as palavras, os gestos e os movimentos, a expressão plástica é uma linguagem, constituindo uma forma de comunicação com o mundo.” (Diniz, l999. Pl4)

 

Objetivos

Promover a formação integral da criança;

Desenvolver o senso critico e de invento;

Respeitar a capacidade individual da criança;

Desenvolver a coordenação motora.

Relacionar a importância da água na vida de cada um;

1 Releitura das obras de Pieter Bruegel relacionando –a com as águas de nos, mares e lagos atuais;

2 Trabalhar, formar um mural, fundo do mar utilizando sucatas, inspirando-se na obra de Paul Klee: O peixe dourado;

3 Trabalhos relacionados aos elementos visuais :

pontos, linha, cor, luz e volume;

4 Através de figuras de revistas sobre água analisar as diferentes formas, cores, pontos, linhas, luz e volume;

5 Com lápis de cor, pintar figuras que sejam diferentes tons (claras, escuras)

6      Explorar as cores: primárias e secundarias;

7      Confeccionar trabalhos manuais utilizando sucatas, relacionando com temas como a Páscoa, Água;

Ex: Confecção de cestas de palitos de picolé, pintar com cores primárias;

8      Leitura e representação do som no tempo e no espaço;

CD Água (arranjo e Composição de Roberto Brasil)

9      História dramatizada utilizando os fantoches  (Tema: Água);

10 Trabalhar com técnicas diferenciadas utilizando cordão, giz, guache, papéis colorido.